sábado, 16 de novembro de 2013

Joaquim Maria Machado de Assis?

    Por que Machado de Assis foi e é tão importante? Nasceu numa favela em meados do século XIX, negro, pobre, trabalhava e estudava, começou no romantismo de Garrett e "mudou" para o realismo de Eça de Queirós como que por necessidade, não externa, mas o Brasil precisava de uma obra grandiosa como Memórias Póstumas de Brás Cubas, publicado em 1881.
    Se hoje o exemplo a ser seguido é o Min. Joaquim Barbosa (Presidente do STF), Machado, ou melhor, Joaquim Maria Machado de Assis é mais um e não menos importante ícone brasileiro de todos os tempos. Já aos 16 anos conseguiu publicar sua primeira obra literária na revista “Marmota Fluminense”, onde registrou as linhas do poema “Ela”. No ano seguinte, conseguiu um cargo como tipógrafo na Imprensa Nacional e dividia seu tempo com a criação de novos textos. Foi nessa época que teve a oportunidade de conhecer Manuel Antônio de Almeida, diretor da instituição e autor do romance “Memórias de um sargento de milícias”.
    "Memórias Póstumas de Brás Cubas" é um dos principais romances que introduzem o Realismo no Brasil e "Dom Casmurro" publicado em 1899 deixa uma dúvida até hoje se Capitu traiu ou não Bentinho que é o narrador da história. Suas obras têm muitas referências a grandes obras europeias e os autores que mais influenciaram sua escrita foram Garrett, Goeth, Eça entre outros.

Obrigado e boa leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê-nos a sua opinião