terça-feira, 7 de outubro de 2014

William Labov


Nos anos 1960, começou uma série de investigações sobre a variação linguística – investigações que revolucionaram a compreensão de como os falantes utilizam sua língua e que acabaram por resolver o paradoxo de Saussure.

Nascimento: 4 de dezembro de 1927, Rutherford, New Jersey, EUA

Principais Obras: The Study of Nonstandard English (1969), Language in the Inner City: Studies in Black English Vernacular (1972), Sociolinguistic Patterns (1972), Principles of Linguistic Change (vol.I Internal Factors, 1994; vol.II Social Factors, 2001, vol.III Cognitive and Cultural factors, 2010), and, together with Sharon Ash and Charles Boberg, The Atlas of North American English (2006).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê-nos a sua opinião