quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Como entender de uma vez por todas a Sinonímia?

    Lembram do que eu falei sobre Homonímia? Então agora vamos falar das palavras que são diferentes com sentido igual, ou é o que todos esperam que sejam. O homônimo é totalmente diferente do sinônimo, já que senso e censo são coisas totalmente diferentes. Como eu estou repetindo várias vezes, o sinônimo ocorre com palavras do tipo periódico e jornal, lanterna e luminária, trabalho e emprego, translação e revolução, etc.
    Como disse na parte sobre Significado, aqui corremos o risco de dar uma ênfase desproporcional por causa de um sinônimo mal empregado. "Periódico" é uma palavra usada para se referir ao jornal que compramos nas bancas, mas a palavra periódico se refere a algo que tem periodicidade, logo pode ser aplicado ao "caderno" que compramos diariamente ou a um determinado evento que ocorre com certa frequência; lanterna e luminária são utilizados para clarear um determinado local, mas a imagem-acústica de um é diferente da do outro, temos em nossa mente um determinado formato físico para lanternas e um outro formato para luminárias. Trabalho e emprego têm tantas possibilidades de aplicação quer seja na Física, quer seja na Linguagem, elas são aplicáveis em algumas situações com mais ou menos prestígio; ora se alguém te disser: "tenho um trabalho pra você" a primeira impressão será que o serviço (taí outro sinônimo) terá pouca duração, mas ao dizer: "tenho um emprego pra você" a expectativa é de um labor (taí outro sinônimo) com duração maior.
    Translação e Revolução têm uma particularidade que merece um parágrafo inteiro. Em astronomia, o nome dado ao movimento dos astros é Revolução, nome dado por Copérnico em "Da Revolução das Orbes Celestes", mas no uso comum o movimento dos planetas ficou sob a tutela da translação e as manifestações de um dado grupo a uma causa coube à revolução. Então se alguém que não tem intimidade com astronomia ler "a revolução de Plutão é a maior já vista pelo homem", vai pensar que o planeta se rebelou de uma forma muito estranha.
    Para os estudantes de Letras acho que já estão acostumados com esses termos, mas pra você que está no ensino médio ou fundamental e quer impressionar sua professora, há dois grupos de sinônimos: Hipônimos e Hiperônimos. Hipônimo é o sinônimo mais específico e o Hiperônimo é o mais amplo; como exemplo teríamos a palavra casa, residência é seu hiperônimo, mas residência é hipônimo de lar. O fato de casa, residência e lar serem sinônimas temos nelas uma ampliação gradativa, pois um aopartamento também pode ser uma residência e um país pode ser seu lar.
    O cuidado que se deve ter ao utilizar sinônimos é justamente a questão dos hipônimos e hiperônimos. Se tomarmos as palavras serviço, trabalho, emprego, labuta e atividade podemos pensar que ambas podem ser empregadas de forma aleatória, mas quanto mais nos afastamos de serviço em direção a labuta, mais durativa e genérica é a ação. Podem haver níveis entre os sinônimos e até quase igualdade em determiinados casos, mas serviço é uma coisa e trabalho é outra. Na página do Como Fazer uma Redação você vai encontrar uma lista muito útil sobre os sinônimos perigosos.
    Utilizar sinônimos é bom para o texto de caráter argumentativo como é o caso de redações de ENEM, concursos públicos, etc. Cuide para que não esteja escrito potencial pensando em provável e interpretado como possível. Espero que tenha ajudado, comentem na nossa página do facebook, twitter, e-mail, sinal de fumaça, etc.

Obrigado e boa leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê-nos a sua opinião