quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Bolsa Família - Palavra na Raiz

Bolsa Família
Peço licença à minha professora de Semântica que utilizou esse exemplo em sala de aula... esse texto é baseado no que lembro, então pode faltar alguns pedaços na história...
    Toda a confusão começou na Grécia antiga, as pessoas sentiam a necessidade de carregar mais objetos que suas mãos podiam levar e passaram a utilizar um pedaço de couro para embrulhar seus pertences, a este objeto deram o nome de Bursa ( a bursite é a inflamação na "bolsa que envolve uma articulação"), ao passar para o português, ficou Bolsa e a mesma passou a se referir como "local de guardar objetos" como na antiguidade, mas o bem mais importante a ser guardado era o dinheiro e a bolsa passou a se referir como "local de guardar dinheiro" (banco é outra coisa e fica para um outro dia). 
    É por isso que nas lutas temos a Bolsa como sendo o montante de dinheiro a ser pago ao lutador. Pois bem, alguém resolveu falar: "filho, vou colocar esse dinheiro nessa bolsa para custear os seus estudos" e passamos a ter uma bolsa que tem um significado indireto ao anterior, pois como nos dias atuais, a bolsa de estudo passou a ser "um fundo para custeio de estudos".
    Voltando à Bolsa dos lutadores, temos não só um local para guardar o dinheiro e nessa mesma proporção, as instituições financeiras passaram a designar bolsa de valores o local para negociações financeiras importantes, tal como temos hoje (mas com gente gritando: COMPRO!!! VENDO!!!! COMPRO TUDO!!!!). E o bolsa família, como fica??? O Bolsa Família vem de bolsa de estudos, pois é um "fundo de auxílio a" e não mais o local para guardar dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê-nos a sua opinião